Depois de algum suspense, eis aí: o PlayStation 4 brasileiro custará R$ 3.999, confirmou a Sony em nota.

Além disso, ela também confirmou que os jogos para a nova plataforma terão preço sugerido de R$ 179. A data de lançamento continua marcada para 29 de novembro, duas semanas depois da chegada do console aos EUA.

Dessa forma, o PlayStation 4 vai custar cerca de 2 mil reais mais caro que o Xbox One, que deve chegar por aqui a R$ 2.200. Nos Estados Unidos o PS4 vai sair por US$ 399 (R$ 870, em conversão direta), cem dólares a menos que a plataforma da Microsoft. Em declaração ao G1, a Sony teria dito que “de 60 a 70%” do preço do console corresponde aos impostos de importação.

Em comparação, o console será vendido por 6.500 pesos argentinos (R$ 2.600) na Argentina, e por 329.999 pesos chilenos (cerca de R$ 1.700) no Chile.

Quando saiu por aqui importado, em 2007, o PlayStation 3 chegou a custar de 6 a 7 mil reais em grandes redes de lojas nacionais. No seu lançamento oficial o PS3 era vendido por R$ 2 mil, e é difícil pensar que só os impostos (ou a inflação, ou os dois) sejam justificativa para lançar o PlayStation 4 por aqui pelo dobro do preço – ainda mais levando em consideração por quanto o Xbox One vai sair por aqui.

Segundo pesquisa da GfK, o Xbox 360 hoje é o console mais popular da geração atual no Brasil com 85% do mercado, mesmo com a força do nome PlayStation conquistada com o PSone e o PS2. Desse jeito vai ser difícil a Sony reconquistar qualquer coisa.